Guardar o Sábado

12-02-2014 18:56
1. Circuncisão - era uma “cirurgia” que se fazia e ainda fazem os judeus ortodoxos, aos oito dias de nascido cortam a pele da cabeça do pênis (tipo fimose) uma marca física no corpo como sinal íntimo que aquele homem pertence ao Deus de Abraão, Isac e Jacob, era um pacto entre Deus e Abraão o pai da nação judia Cf. (Gênesis 17.9-14) Deus estava revelando-se que interessa-se inclusive pela nossa intimidade… Deus não é cardiologista que deseja apenas o coração, Ele quer-nos por completos e íntimos. Hoje, isto não é mais preciso porque a lei findou-se com o iniciou a graça, mas, que Deus continua não sendo cardiologista e quer-nos por completos. Cf. João 1.17; Gálatas 5.2-6;
 
2. Guarda do sábado - A Lei mosaica era dividida em três categorias: (1) Leis cerimoniais (guarda do sábado, festas e rituais);  (2) Leis cíveis (leis dos escravos, das terras, do divórcio etc); (3) Lei moral ( os mandamentos morais e imutáveis de Deus, não matar, não adulterar etc… Jesus repete alguns deles em Mateus 19.18,19) Note que o sábado não está entre os mandamentos necessários para ser salvo quando o jovem do texto chega ao ponto de perguntar QUAIS??? Jesus inicia a lista dos mandamentos e você não encontra o SÁBADO. Pois a guarda do mesmo findou-se em Jesus Cf. Romanos 10.4, pois o sábado era parte da lei cerimonial Cf. Jeremias 31.31; Isaías 1.13… entretanto, leia também João 9.16 e Mateus 12.5;
 
3. O Domingo - No NT não há um dia para se guardar… Deus agora quer que O adoremos todos os momentos 24h por dia… uma atitude de adoração leia João 4.23,24… Verdade é que o Domingo é o dia que Jesus ressuscitou e por isso foi colocado historicamente como dia do Senhor, dia de descanso… mas, não é uma questão bíblica… podemos trabalhar sempre que precisarmos … Jo 5.17 Jesus disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Essa questão de guardar dias é coisa da lei e agora não mais estamos debaixo da lei e sim da graça, e nela todas as questões legalistas foram findadas (Gálatas 5.2-6; Rm 10.4)